Os 20 anos de atuação da Alfa Real são destacados em artigo da revista “Insurance Corp”

“Duas décadas marcadas pela excelência de suas atividades no mercado nacional”. É com essa frase que a última edição da revista “Insurance Corp” começa o artigo sobre os 20 anos de atividades completados recentemente pela Alfa Real. Para nós, é um orgulho ter a nossa empresa destacada na pauta de uma conceituada revista do mercado segurador – assim como temos um grande sentimento de gratidão por todos os clientes e parceiros de negócios que nos ajudaram a chegar até aqui.

Para quem quiser saber um pouco mais sobre a trajetória da Alfa Real e nossa estratégia para nos diferenciarmos cada vez mais, segue abaixo o artigo completo da revista:

Expoente no gerenciamento de riscos

Duas décadas marcadas pela excelência de suas atividades no mercado nacional. Criada em 1996, a Alfa Real Consultoria e Corretagem de Seguros e Gerenciamento de Riscos especializou-se, num primeiro momento, em Seguro Garantia em função do advento da lei 8.883/94 e do acordo de Basileia I. Ao longo do tempo, a empresa, hoje instalada na capital paulista, ampliou o portfólio de produtos e serviços.

Em 2004, o País experimentava crescimento da produção e do consumo, o que exigia a adoção do seguro de crédito, e a necessidade de implantação de obras de infraestrutura, justificando-se a oferta de seguros de responsabilidade civil e riscos de engenharia. Ao incorporar esses produtos ao seu portfólio, a Alfa Real reforçou sua política de especialização, o que resultou na aquisição de um valioso conhecimento sobre as melhores soluções para as necessidades de cada cliente.

O diretor da Alfa Real, Edmur de Almeida, reforça que a diferenciação de uma corretora reside na prestação de serviços. “A apólice é o nosso produto final e emiti-la é a parte mais simples do processo. A nossa grande responsabilidade é ter a certeza de que essa apólice cobre todos os riscos a que o nosso cliente está exposto”, pondera. “Eu sempre digo ao meu time que nós não somos corretores e, sim, consultores de seguros.”

O executivo procura compartilhar essa crença não só com sua equipe, mas também com outros profissionais que atuam no mercado. E o faz por meio de sua posição como diretor da Academia Nacional de Seguros e Previdência (Ansp) e coordenador da Comissão Técnica de Seguros de Crédito, Garantia e Fiança Locatícia do Sindicado dos Corretores de Seguros do Estado de São Paulo (Sincor-SP) e da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor).

Ao participar do Sincor-SP e da Fenacor, Edmur tem integrado comitivas que empreendem ações junto ao Legislativo e ao Executivo para propor melhorias na Lei 8.666/1993 (Licitações e Contratos da Administração Pública). O dispositivo legal trata de temas importantes como as modalidades de garantias que devem ser apresentadas por empresas contratadas em cumprimento a pré-requisitos definidos em editais.

Gerenciamento de riscos

Na análise de Edmur, um dos desafios das corretoras é conscientizar os clientes de que a probabilidade de ocorrência de um evento indesejável é menos importante do que sua severidade ou impacto econômico e financeiro. “É um erro decidir se um seguro deve ou não ser contratado levando-se em consideração apenas a probabilidade, pois isso pode custar até mesmo a sobrevivência de uma empresa”, adverte.body

Atenta à dinâmica do mercado brasileiro, em 2008, a Alfa Real agregou o gerenciamento de riscos ao seu pacote de serviços. Hoje, a empresa é reconhecida como uma corretora e consultora de seguros e de gerenciamento de riscos – duas atividades que apresentam uma grande sinergia. “Nas economias mais desenvolvidas, primeiro se discute o gerenciamento de riscos. Isso significa identificar, eliminar ou minimizar esses riscos e buscar soluções para cobrir possíveis perdas. Os seguros fazem parte dessa cesta de soluções, principalmente nos casos dos chamados “riscos acidentais”, que envolvem pessoas, propriedades, responsabilidades, lucros etc.”, enfatiza Edmur.

Crise econômica

Afinal, o atual panorama de desestabilização na economia alterou de alguma forma a estratégia das operações da corretora e consultora? Segundo o executivo, sempre que ocorre redução no investimento do governo e da iniciativa privada, o mercado de seguros em geral é diretamente afetado. No entanto, ressalta, a estratégia de especialização e diferenciação da Alfa Real a colocou numa posição privilegiada, pois a empresa possui grande reconhecimento junto a alguns nichos de mercado nos quais tem focado suas ações de marketing.

“Quando o cliente quer conter despesas sem abrir mão da qualidade de proteção, a Alfa Real ganha destaque como fornecedor”, afirma Edmur. Para ele, “a pior época para se cortar o investimento em seguros é exatamente nas crises econômicas, pois, se acontecer algo, a empresa não terá dinheiro para cobrir as perdas”. O executivo reitera que há lições a tirar da crise. Em períodos turbulentos como este que o País atravessa, há oportunidades para as corretoras em face do aumento da demanda de alguns produtos, como responsabilidade civil, garantias judiciais, crédito, D&O e E&O.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

dezessete − treze =

Solicite uma proposta

(exclusivo para empresas)

       * Campos obrigatórios
       ** Com o CNPJ, o seu atendimento será agilizado


     

    Quer saber mais sobre o mercado de seguros?

    Deixe o seu email com a gente.

      Novidades no blog:

      Por que o Seguro Garantia não cobre riscos cobertos por outros ramos ou modalidades de seguro?
      13 de abril de 2022
      Seguros para usinas fotovoltaicas exigem atenção às cláusulas referentes à cobertura de perda de aluguel
      22 de março de 2021
      Como funciona o Seguro de Perda de Lucro (lucros cessantes) para geração distribuída?
      24 de novembro de 2020
      Solicite uma Proposta