“Café com Seguro” aborda “Seguro de Crédito: Presente e Futuro”

O objetivo do projeto “Café com Seguro”, criado pela ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência), é buscar o aperfeiçoamento do nosso setor por meio do debate entre especialistas, profissionais do setor e segurados. Em sua última edição, os participantes falaram sobre “Seguro de Crédito: Presente e Futuro”. O tema foi analisado sob a perspectiva das seguradoras, dos corretores e dos segurados.

Leia abaixo a íntegra da matéria veiculada no site da ANSP:

“Seguro de Crédito: Presente e Futuro” foi tema de debate em São Paulo

O Café com Seguro que abordou o tema “Seguro de Crédito: Presente e Futuro” foi de intenso debate. A primeira a ser abordada foi a Visão da Seguradora. “O seguro de crédito permite que as empresas tenham um crescimento sustentável viabilizando a expansão de negócios e a diversificação de seus mercados, através da proteção de seus recebíveis. No futuro, em tempos de globalização e congregação cultural, o seguro de crédito cada vez mais exercerá papel fundamental no desenvolvimento econômico e social”, explica a palestrante Marcele Lemos, presidente da Coface do Brasil.

A Visão do Corretor foi apresentada pelo palestrante Phillip Krinker. “Como 90% das vendas domésticas e de exportações são realizadas a prazo, e consequentemente a crédito, a demanda pelo seguro de crédito continuará forte no futuro. O corretor de seguros deverá se preparar para essa demanda do seguro de crédito nos próximos anos para poder orientar o seu cliente corretamente na contratação dessa modalidade de seguro da mesma forma que ele orienta o seu segurado nas demais modalidades e ramos de seguros”, relata Krinker.body

A terceira a ser debatida foi Visão do Segurado. “Hoje o seguro de crédito é um instrumento que ajuda no fomento às vendas. Tem um papel preponderante de ‘facilitador de negócios’, possibilitando transações comerciais mais seguras entre as partes. Ajuda ainda a amenizar as relações sempre conflitantes entre financeiro e comercial, muitas vezes sendo percebido como o fiel da balança” afirma Márcia Viana, gerente de Riscos e Seguros da ArcelorMittal Brasil.

A mediação do evento ficou por conta do Pedro Barbato Filho, advogado e radialista. A coordenação dos trabalhos foi do Diretor e Coordenador da Cátedra de Seguro de Danos: Riscos Financeiros da ANSP e Coordenador da Comissão Técnica de Seguros de Crédito Garantia e Fiança Locatícia do SINCOR-SP e da FENACOR, o Acadêmico Edmur de Almeida, e do Acadêmico Marcos Lucio de Moura e Souza, coordenador da Cátedra de Gerência de Riscos. A abertura do evento foi realizada pelo Diretor da ANSP, Acadêmico Rafael Ribeiro do Valle, e o 2º Secretário do SincorSP, Acadêmico Osmar Bertacini.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

três × 2 =

Solicite uma proposta

(exclusivo para empresas)

       * Campos obrigatórios
       ** Com o CNPJ, o seu atendimento será agilizado


     

    Quer saber mais sobre o mercado de seguros?

    Deixe o seu email com a gente.

      Novidades no blog:

      Por que o Seguro Garantia não cobre riscos cobertos por outros ramos ou modalidades de seguro?
      13 de abril de 2022
      Seguros para usinas fotovoltaicas exigem atenção às cláusulas referentes à cobertura de perda de aluguel
      22 de março de 2021
      Como funciona o Seguro de Perda de Lucro (lucros cessantes) para geração distribuída?
      24 de novembro de 2020
      Solicite uma Proposta