“Café com Seguro” aborda a cultura de pequenas e médias empresas em relação ao seguro empresarial

Na última edição do “Café com Seguro” realizada em São Paulo, o tema em debate foi “Seguro Empresarial e Pequenas e Médias Empresas” – as quais respondem por cerca de 52% dos empregos com carteira assinada no Brasil, 27% do PIB (Produto Interno Bruto) e 40% dos salários pagos. Ao total, são quase 12 milhões de empresas. Nós falamos desse tema recentemente aqui no blog, quando compartilhamos um texto do diretor-presidente da Travelers Seguros no Brasil, Leonardo Semenovitch: (releia aqui).

“Café com Seguro” aborda a cultura de pequenas e médias empresas quanto ao seguro empresarialOrganizado pela ANSP (Academia Nacional de Seguros e Previdência), em parceria com o Sincor-SP, o evento teve três palestrantes. O vice-presidente técnico da Liberty Seguros, Paulo Umek, a partir da visão da seguradora, abordou o tema “Produtos já desenvolvidos para oferta a PMEs e tendências de novos produtos ou nichos. Quais os desafios para a indústria de seguros melhorar a penetração nesse mercado?”. O consultor de negócios do Sebrae-SP e Coordenador Estadual do Programa Corretor de Seguros Empreendedor, Márcio Bertolini, falou sobre “a importância das PMEs para a economia brasileira”. Com base na visão do corretor, o coordenador da Comissão de Riscos Patrimoniais do Sincor-SP, Ezaqueu Bueno, discutiu com os participantes questões como “Por que apenas um pequeno percentual dessas empresas contrata seguros? Quais os desafios para a indústria de seguros melhorar a penetração nesse mercado?”.

Na minha avaliação como diretor da ANSP e coordenador do “Café com Seguro”, os palestrantes trouxeram para o debate temas importantíssimos para o desenvolvimento do mercado de seguros. “Ficou clara a necessidade de estimular, junto às PMEs, a cultura de gerenciamento de riscos como uma atividade básica para a manutenção e a perenidade dos seus negócios. Como resultado, a contratação do seguro é apenas uma consequência natural dessa percepção”, afirmei.

Durante os debates, tive a oportunidade de sugerir que o Sebrae incorpore os principais conceitos de gerenciamento de riscos ao conteúdo da capacitaçãodos pequenos e médios empresários. Nasceu, então, a ideia de a ANSP prover conteúdo ao Sebrae com essa finalidade. O tema está avançando.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

catorze − onze =

Solicite uma proposta

(exclusivo para empresas)

       * Campos obrigatórios
       ** Com o CNPJ, o seu atendimento será agilizado


     

    Quer saber mais sobre o mercado de seguros?

    Deixe o seu email com a gente.

      Novidades no blog:

      Por que o Seguro Garantia não cobre riscos cobertos por outros ramos ou modalidades de seguro?
      13 de abril de 2022
      Seguros para usinas fotovoltaicas exigem atenção às cláusulas referentes à cobertura de perda de aluguel
      22 de março de 2021
      Como funciona o Seguro de Perda de Lucro (lucros cessantes) para geração distribuída?
      24 de novembro de 2020
      Solicite uma Proposta